Sempre lembrar e Rememorar nossa Ancestralidade
with Nenhum comentário

“Um certo 4 de julho de 2002, adentrei o Ilê Axé Iyá Nassô Oká (Terreiro da Casa Branca) na Cidade de Salvador e de imediato, deparei com Mãe Tatá e Mãe Nitinha, respectivamente, “mãe de santo” e então “mãe pequena” desta Casa, ambas de roupa branca, cabeças cobertas, descalças e após pedir bença, fui perguntando á minha Mãe se a Casa estava “em obrigação” e logo fui repreendido por ela, “menino não sabe que dia é hoje?” e, no mesmo … leia mais…

Lembranças
with Nenhum comentário

Compartilhado de meu irmão Jonatas Jose Silva. Observem quem está de braços com ela. E ontem o Mar abriu seus braços, para acolher sua filha. Mulher, negra, sacerdotisa, escritora, poetisa, mãe. Nossa Mãe Beata de Iemanja. Fica a lembrança de 2006, quando pude cantar e ser encantado pelo Ile Ase OmiOjuaro. Odo Iya mi! Iyalorixá Marlene de Oxalufan

Homenagem ao Prof. Dr. Babalorixá José Flávio Pessoa de Barros
with Nenhum comentário

Postado na Fan Page do Facebook Por amor ao Orixá no dia 23 de agosto de 2016       Prof. Dr. Babalorixá José Flávio Pessoa de Barros José Flávio nasceu no Rio em 25 de janeiro de 1943. Era advogado, antropólogo, professor, escritor e sacerdote de culto. Foi autor de obras como Galinha D´angola, Ewé Orixá, Olubajé o Banquete do Rei, A Fogueira de Xangô, entre outros. Foi iniciado por Mãe Nitinha de Oxum há 35 anos atrás. Era descendente portanto … leia mais…

Depoimentos
with Nenhum comentário

  Mensagem da Ekede Fernanda de Oxalufan Não é fácil escrever sobre uma pessoa, ainda mais quando essa pessoa é Mãe Marlene, porque palavras não irão explicar o suficiente o carinho e admiração que tenho, porém irei tentar… Uma mulher encantadora que conquista com sua sinceridade, com seu sorriso e com seu olhar transmitindo sua honestidade, confiança e tranquilidade. Seu jeito e a sua sabedoria, cativa as pessoas e faz com que elas sempre queiram ficar ao seu redor, para … leia mais…

Depoimentos
with Nenhum comentário

  Mensagem de Egbomy Lamartins D’Oxalá sobre o dia da abertura do Ilê Um Lugar Chamado Felicidade Dia 19/10/2013 por força de nossos amados Orixás completou-se mais uma fase de uma vida do Povo do Axé. Em um lugar chamado Felicidade, as pessoas, irmãos, irmãs, simpatizantes reuniram-se para cultuar os Orixás. Tudo dentro do respeito, carinho e amor e tudo envolto num ar de cumplicidade, podia-se ler a felicidade nos olhos de cada um, também pelo Reencontro de pessoas que … leia mais…

Abertura do Ilê Axé Omin Otá Odara
with Nenhum comentário

História do Ilê Axé Omin Otá Odara Seria no dia 18 de junho de 2011, mas, quis Olodumare que em 19 de outubro de 2013 o Ilê  Omin Otá Odara fosse oficialmente aberto. Esse nome foi dado por minha navalha, o Babalorixá José Flávio Pessoa de Barros de Oxaguian, do Ilê Asé Omí Iwyn Odara, que por sua vez, foi iniciado por Iyá Nitinha de Oxum do Ilê Asé Iyá Nasso Oká, mais conhecido como a Casa Branca do Engenho … leia mais…

Nossas Raízes
with Nenhum comentário

        Mãe Nitinha e Pai José Flávio. Nossa Raiz, nosso Axé, nossa História, nossa Tradição     “Preservar a memória é fundamental se queremos manter a nossa religião viva.” (Jonatas Gunfaremim) Iyá Débora, atual Iyalorixá do Ilê Axé Nossa Senhora das Candeias em Miguel Couto e Vó Florzinha, Iyá Kekerê