O Abraço ao Jequitibá

with Nenhum comentário

Vídeo postado por Wellington Lyra 

 

 

Durante a realização do “Abraço ao Jequitibá” em Cachoeiras de Macacu (RJ), o professor Jonatas Silva fala sobre a relação simbólica que as religiões de matrizes africanas mantêm com as árvores.

 

E o tempo passou..

Que possamos nos manter unidos, como os galhos de Danko, e que sejamos fortes como o tronco de Iroko. Que o fogo nunca nos faça o mal e que tenhamos sempre o frescor da água, a alegria do vento que traz boas novas, a fertilidade e fartura da terra. Nosso Jequitibá continua lindo e abençoando cada um de nós, independente do caminho seguido. Essa força jamais nos abandonará, somos filhos do Bambu, ele pode se espalhar com o vento, mas duvido alguém quebrar.

Que Exú e Ogún sempre estejam a nossa frente.

Meu irmão querido Jonatas sempre mostrando e ensinando o respeito, e a sabedoria dos ancestrais.

Ase

Iyalorixá Marlene de Oxalufan

Deixe uma resposta