Por que não assoviar na Roça?

with Nenhum comentário

                    Esù é o Dono do Assovio e assoviar é provocá-lo. Seus assovios são intempestivos e penetrantes de tal maneira que assustam os velhos, que estes não se atrevem jamais a assoviar, com medo que Esù responda. É ele quem assovia nas paragens desertas e nas casas abandonadas, como se sabe, a noite é o domínio de “entidades” de todos os tipos, mas durante o dia há horas perigosas que convém … leia mais…

Conversa aberta com seu Orixá

with 1 comentário

Texto de Autor Desconhecido Para se refletir… Uma Pessoa revoltada que vou chamar de MARIA, resolve ter uma conversa aberta com seu orixá sobre tudo que tem passado na vida. Maria é uma mulher feita no santo (já com seus 7 anos pagos), casada, com 3 filhos com idade média de 13 anos. Mora em uma casa boa (sem luxo), mas com muita dignidade. Afastada do santo há mais de 8 anos e, atualmente não frequenta nenhuma casa. Não tem … leia mais…

Oi… Sou o seu Orixá!

with Nenhum comentário

Eu estou ao seu lado e sou aquele que nunca desacredita dos seus sonhos. Sou eu que às vezes altero seu itinerário, e até atraso seus horários para evitar acidentes ou encontros desagradáveis. Sim, sou eu que falo ao seu ouvido aquelas “inspirações” que você acredita que acabou de ter como “grande ideia”. Sou eu quem te causa aqueles arrepios e tonturas quando você se aproxima de lugares ou situações que vão te fazer mal. E sou eu quem chora … leia mais…

Compreender não é Aceitar

with Nenhum comentário

Publicado: Jornal A Tarde, da Bahia –  Quarta, 21 Maio 2014 Mãe Stella de Oxóssi   Mais uma polêmica para que possamos refletir e dar um passo rumo a um estágio evolutivo elevado que ajude a construir uma sociedade harmônica e equilibrada. O noticiário televisivo deu a seguinte manchete: “Juiz não reconhece manifestações afro-brasileiras como religiões. A decisão gerou polêmica e surpreendeu líderes do candomblé e da umbanda e o Ministério Público Federal.” Sou uma líder do candomblé e confesso que … leia mais…

Depoimentos

with Nenhum comentário

  Mensagem de Egbomy Lamartins D’Oxalá sobre o dia da abertura do Ilê Um Lugar Chamado Felicidade Dia 19/10/2013 por força de nossos amados Orixás completou-se mais uma fase de uma vida do Povo do Axé. Em um lugar chamado Felicidade, as pessoas, irmãos, irmãs, simpatizantes reuniram-se para cultuar os Orixás. Tudo dentro do respeito, carinho e amor e tudo envolto num ar de cumplicidade, podia-se ler a felicidade nos olhos de cada um, também pelo Reencontro de pessoas que … leia mais…

Abertura do Ilê Axé Omin Otá Odara

with Nenhum comentário

História do Ilê Axé Omin Otá Odara Seria no dia 18 de junho de 2011, mas, quis Olodumare que em 19 de outubro de 2013 o Ilê  Omin Otá Odara fosse oficialmente aberto. Esse nome foi dado por minha navalha, o Babalorixá José Flávio Pessoa de Barros de Oxaguian, do Ilê Asé Omí Iwyn Odara, que por sua vez, foi iniciado por Iyá Nitinha de Oxum do Ilê Asé Iyá Nasso Oká, mais conhecido como a Casa Branca do Engenho … leia mais…

Nossas Raízes

with Nenhum comentário

        Mãe Nitinha e Pai José Flávio. Nossa Raiz, nosso Axé, nossa História, nossa Tradição     “Preservar a memória é fundamental se queremos manter a nossa religião viva.” (Jonatas Gunfaremim) Iyá Débora, atual Iyalorixá do Ilê Axé Nossa Senhora das Candeias em Miguel Couto e Vó Florzinha, Iyá Kekerê  

O Candomblé

with Nenhum comentário

O Candomblé de acordo com autor Reginaldo Prandi (Mitologia dos Orixás), no começo não havia separação entre o Orum, o Céu dos Orixás, e o Aiê, a Terra dos humanos. Homens e divindades iam e vinham, coabitando e dividindo vidas e aventuras. Conta-se que, quando o Orum fazia limite com o Aiê, um ser humano tocou o Orum com as mãos sujas. O céu imaculado do Orixá fora conspurcado. O branco imaculado de Obatalá se perdera. Oxalá foi reclamar a … leia mais…

1 11 12 13 14 15