Lembranças
with Nenhum comentário

Compartilhado de meu irmão Jonatas Jose Silva. Observem quem está de braços com ela. E ontem o Mar abriu seus braços, para acolher sua filha. Mulher, negra, sacerdotisa, escritora, poetisa, mãe. Nossa Mãe Beata de Iemanja. Fica a lembrança de 2006, quando pude cantar e ser encantado pelo Ile Ase OmiOjuaro. Odo Iya mi! Iyalorixá Marlene de Oxalufan

Ialorixá da Baixada Fluminense recebe condecoração da Alerj por trajetória de luta social
with Nenhum comentário

Matéria publicada no dia 6 de maio de 2017 pelo site do Extra Uma promessa feita para a avó materna, aos 8 anos, à sombra de um cajueiro, é seguida com afinco por uma das ialorixás mais antigas da Baixada Fluminense. Aos 86 anos de vida e 61 de iniciada no candomblé, Beatriz Moreira da Costa, a Mãe Beata de Iemanjá, de Nova Iguaçu, tem uma longa história de defesa dos direitos humanos. O trabalho está sendo reconhecido. Às vésperas do … leia mais…